Cidadãos do mundo: Uma discussão sobre o Nacional e o Internacional no Esperanto

Translated title of the contribution: Citizens of the world: A discussion on the national and international features of Esperanto

Research output: Contribution to journalArticlepeer-review

Abstract

O presente trabalho tem por intenção identificar e discutir os elementos nacionalistas e universalistas presentes no discurso e na prática do Esperanto. Para isso, tomamos como ponto de partida uma descrição do Esperanto, em seus principais aspectos: enquanto idioma internacional, filosofia e cultura. A partir daí, mostrarmos que, em muitos casos, seu caráter internacional toma por base argumentos similares aos de movimentos nacionalistas, além de mesclar ideais humanistas com outros típicos do atual relativismo cultural. É a partir desses
discursos, aparentemente conflitantes, que o Esperanto busca se afirmar como língua internacional auxiliar, seguindo a concepção de que seus falantes são cidadãos do mundo.
Translated title of the contributionCitizens of the world: A discussion on the national and international features of Esperanto
Original languagePortuguese
Pages (from-to)50-63
Number of pages14
JournalRevista Habitus
Volume10
Issue number1
Publication statusPublished - 2012

Fingerprint

Dive into the research topics of 'Citizens of the world: A discussion on the national and international features of Esperanto'. Together they form a unique fingerprint.

Cite this